Como contratar um seguro condomínio?

0
518
Como contratar um seguro condomínio,Como contratar um seguro condomínio

Muitas pessoas que moram em apartamentos desejam saber como contratar um seguro condomínio, mas nem todas sabem exatamente o que ele cobre e o quanto ele é suficiente para suprir suas próprias necessidades.

Segundo a Lei do Código Civil, existe uma exigência de que a edificação esteja protegida contra danos que possam ser caudados por eventos comuns e que possam destruir parcialmente ou totalmente o edifício, sendo esta estendida às áreas comuns do condomínio.

Portanto, todos os condomínios dos edifícios são obrigados a contratar um seguro, porém muitos síndicos desconhece que existem vários tipos de coberturas, além daquela que se limita ao risco de incêndio.

Com isso, diante da grande necessidade de garantir tranquilidade e segurança da coletividade do condomínio, é interessante a contratação de um seguro de maneira mais abrangente, já que este possui um custo mais baixo, além de evitar que os condomínios venham a desembolsar elevadas quantias.

Saiba mais como fazer para contratar um seguro condomínio

É importante que todos os moradores saibam como contratar um seguro condomínio, pois este é uma efetivação obrigatória e decorre do Código Civil, além de todos saberem que quando ocorre um incêndio é enorme a probabilidade dele se estender para outros edifícios.

  • Primeiramente, deve-se prestar atenção ao valor do imóvel que será segurado. Sendo um edifício, deve-se apurar o total da área construída, dado esse contido na convenção do condomínio. É possível obter essa informação através da fração ideal do apartamento, sala ou loja, que está inserida na guia do IPTU e na convenção do prédio.
  • Há casos em que o proprietário do apartamento, sala, galpão ou loja é mal orientado pelo corretor de seguros, pois esse induz à ideia de que é necessário fazer uma apólice para cada unidade, ocasionando assim o prejuízo do proprietário pagar dois seguros, ou seja, um para o condomínio que é lançado obrigatoriamente na taxa de condomínio, pois é despesa ordinária, e outro particular, que consiste na sua unidade privativa.
  • Além dos cuidados com o valor correto do imóvel que será segurado para não pagar a mais para a seguradora, o síndico e demais proprietários devem analisar todos os riscos, a fim de minimizar os prejuízos que possam ocorrer no futuro.
  • Para obter outros benefícios, vale a pena o condomínio fazer o seguro mais abrangente, pois o custo das outras coberturas é muito baixo. Além disso, os vidros e espelhos das áreas comuns possuem uma cobertura específica, e a contratação da mesma minimiza perdas e transtornos.
  • A cobertura em relação aos danos elétricos se mostra importante, pois muitos edifícios estão cada vez mais informatizados, e descargas elétricas decorrentes de queda de raios ou de forte tensão na rede elétrica podem danificar seriamente equipamentos como, os portões eletrônicos, interfones e placas e motores de elevadores.
  • A cobertura de responsabilidade civil do condomínio é a cobertura que garante danos materiais e pessoais causados a terceiros, desde que o condomínio seja civilmente responsável.
  • Normalmente o custo-benefício da contratação de coberturas mais abrangentes deve ser levado em consideração, uma vez que, os prejuízos podem ser muito superiores ao valor do seguro que geralmente é bem acessível.

Portanto, se você deseja ter mais informações de como contratar um seguro condomínio, procure pela Melhor Seguros no Rio de Janeiro, pois esta irá apresentar uma ampla cobertura para o seu condomínio nos casos de eventuais acidentes.

Agora que você já sabe um pouco sobre como contratar um seguro condomínio, o que você acha de ficar sabendo mais sobre motivos para ter um seguro condomínio?

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Deixe seu nome aqui